quinta-feira, 20 de março de 2008

Dentinhos de tubarão







Dia 8 de Março. Final de uma semana de trabalho. Mortinha por ir buscar os piolhinhos ao infantário e não pensar em mais nada. Só um serão calmo.

Chego à escola. Beijinho, beijinho. Olho para a boquinha da Rita e ... quase desmaio. Metade de um dente de fora, o problema é que ainda não caiu nenhum e o novo dente está a formar uma nova fileira, tal e qual uma boquinha de tubarão bebé. Olho para o Afonso. Igual. Nunca vi dois gémeos tão diferentes em tudo. Só nisto tinham que ser sincronizados.

Mãe galinha como sou, entrei em pânico, a imaginar os pequeninos na cadeira do dentista em grande sofrimento a arrancar o dentinho de leite.

19.00h - Preciso de falar com um dentista. Quem é que eu conheço que me possa ajudar???!!! ou não durmo!

Lembrei-me de duas pessoas. Liguei. Dois ataques de riso. É oficial. Sou uma mãe galinha.
Parece que é comum e não tem qualquer problema. O dente que está a nescer vai empurrar o dentinho para fora e depois a língua e o lábio encarregam-se de empurrar o novo dente para o sítio dele. Eu não sabia. Ufa!!!!

Sem comentários: